Seguidores

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O sino da minha aldeia


O' sino da minha aldeia,

Dolente na tarde calma,

Cada tua badalada

soa dentro da minha'alma.



E é tão lento o teu soar,

Tão como triste da vida,

Que já a primeira pancada

Tem um som de repetida.



Por mais que me tanjas perto,

Quando passo, sempre errante,

E's para mim como um sonho,

Soas-me na alma distante.



A cada pancada tua,

Vibrante no céu aberto,

Sinto mais longe o passado,

Sinto a saudade mais perto.

(Fernando Pessoa)



****


A cada dia que passa, sinto também soar dentro da minha alma esse sino, o sino da saudade, o sino da minha aldeia, o sino da minha juventude. Grande mestre, que mexe com as nossas raízes!

11 comentários:

Chica disse...

Maravilhoso poema de Pessoa, tão bem escolhido por ti!beijos,lindo fim de semana,chica

Valéria Gomes disse...

E, por vezes esse sino toca tão alto e vivo dentro de nós, que temos a sensação que a saudade nos levou de volta à juventude.

Beijos de passarinho!!!

Livinha disse...

Lindo poema. Fernando Pessoa,
quão grande e profundo poeta.
Minha amiga, essa saudade que fala
que tantos corações abala,
é o afago da vida, que nos acalanta
as marcas benditas, que nos promoveu
a lida...

Tenha um lindo fim de semana

Bjs

Livinha

euemmim disse...

Oi querida....peço licença pra fazer das suas palavras as minhas....

É DEMAIS COMOVENTE!!!!!!!

BJOS COM CARINHO!!!!

Zil

Meri Pellens disse...

Lindo esse poema! Adorava ouvir o sino da Igreja rs.. Dava para ouvir aqui de casa.
Beijos na alma e um abençoado fim de semana!

J Araújo disse...

Passei para conhecer seu blog. Muito bom.

Parabéns!!

Vozes de Minha Alma disse...

Minha amiga, há algo de nostálgico em teu poema, e as fotos são lindas.
Senti uma saudade, de um tempo distante. Um abraço, bjs.

euemmim disse...

Oi....este poema me leva a pensar....que as coisas boas da vida ficaram longe demais....é só saudades agora...sem volta....

bjos!

bom final de semana!

Zil

Isa mar disse...

Olá, achei você no blog de minha querida amiga Valéria e vim conhecer teu espaço
Tudo muito gostoso e calmo por aqui, então vou ficando
lindo poema dos sinos, beijos em teu coração!

Vieira Calado disse...

Apenas um reparo:

a imagem é duma mesquita!


Saudações poéticas

Hanukká disse...

Vim desejar uma semana de paz. Obrigada por sua visita, em outra casa, lá estarei a espera-la com o que tenho de melhor pra dar-te,repasso o amor de Deus em palavras que abraçam, bjos no coração.