Seguidores

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Inexplicável


Em algum lugar desse universo

um poeta insiste em escrever seus versos

imerso em seus pensamentos.



Seduzido

Se esvaziando

Se entregando

Sangrando

Sua paixão.



Vai nascendo assim um poema

fórmula única

quase mentira...

quase verdade...

sem explicação.
(pv)

10 comentários:

Chica disse...

É mesmo inexplicável o nascimento de um poema, poesia...

Do nada podem sair grandes versos, outras vezes, de tanto, pode nada sair...Lindo!

abraços,chica

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

BOA DESCRIÇÃO DE UM POETA CRIANDO!
AMO OS POETAS ,AS PESSOAS QUE ESCREVEM COISAS LINDAS, PARA MIM QUE NADA SEI ESCREVER, PODER LER E ME DELICIAR COM HISTÓRIAS LINDAS, VIAJO NA LEITURA ME TORNO PERSONAGEM!
BEIJO
(...

Vozes de Minha Alma disse...

Maria Piedade Vieira, querida poetisa!
Por que vim conhecer teu blog?
Através de outras almas ilumindas que me trouxe à esta outra! Tu, digníssima amiga!

"Em algum lugar desse universo

um poeta insiste em escrever seus versos

imerso em seus pensamentos.



Seduzido

Se esvaziando

Se entregando

Sangrando

Sua paixão.



Vai nascendo assim um poema

fórmula única

quase mentira...

quase verdade...

sem explicação"

MARIA PEIDADE VIEIRA, POETISA E JÓIA.

Bjs, um abraço!

orvalho do ceu disse...

Olá,
A arte de escrever... de poetisar... é de fato um mistério divino em nós... fruto da sua Bondade.
Abraços fraternos com votos de muita paz!

Helena Carvalho disse...

Muito belo isso. Muito sentido. Muito profundo.

Vivian disse...

...a alma do poeta é feita de magias.

tanto pode botar uma chuva na tarde ensolarada,
como tbm colocar um sol aberto em dia gris!

bj, linda!

Zil Mar disse...

Parabéns Poetiza!

muito lindo!

Seus posts são muito bonitos!

bjo!

Zil

Meri Pellens disse...

E não é que é? Quando não há palavras que exprimam vamos escrevendo, e quando vemos, saiu um verso! Incrível mesmo.
Beijos na alma, querida, e um abençoado dia!

Baby disse...

Que linda maneira de descrever o nascimento de um poema:
"Se esvaziando

Se entregando

Sangrando

Sua paixão."

Palavras verdadeiramente inspiradas!

Um beijinho.

Valéria Gomes disse...

Ainda bem que a poesia não se explica. Não teria sentido os versos virados do avesso. Belo post!!!

Beijos!!!