Seguidores

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Ela voltou


Meu rio chegou forte
inundou
adentrou-se
misturou tudo.
Mexeu com minhas coisinhas, bagunçou.
Fez feridas, deixou marcas, meu coração em pedaços.
Depois saiu devagarinho, de fininho, como quem não quer nada
mas levou uma bagagem cheia.
Levou o ciúme
a ganância
a arrogância
a futilidade
a amargura
banalidades
e muito mais.
Ainda bem que no meio do caminho
indecisa
a esperança resolveu voltar
para os meus braços.
(pv)

6 comentários:

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

UAU QUE LINDO ESSE TEXTO TÃO SENSÍVEL...
BOA SEMANA

Dora Regina disse...

Piedade, ainda bem que existe a esperança, é ela que move nossos sonhos.
Lindos versos!
Grande abraço...Boa semana!

Vivian disse...

...bendita esperança que
nunca nos abandone!

bjs, querida!!

até que enfim eu consegui deixar
carinhos por aqui...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Enquanto a esperança
estiver em nós,
a vida continuará
a ser plena...

Que os sonhos te envolvam
a vida, sempre...

Pelos caminhos da vida. disse...

Por isso não perco a esperança...

Obrigada pelo apoio.

Um bom dia pra vc amiga.

beijooo.

Toninhobira disse...

Belo texto de luz e estimulo de vida, nunca podemos perder esta senhora de vista Piedade.
Lindo que voce crê e busca.
Adorei esta inspiração maravilhosa.
Bju de luz.