Seguidores

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Que falta?

Epílogos

Que falta nesta cidade?... Verdade.
Que mais por sua desonra?... Honra.
Falta mais que se lhe ponha?... Vergonha.

O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,
Numa cidade onde falta
Verdade, honra, vergonha.

Quem a pôs neste rocrócio?... Negócio.
Quem causa tal perdição?... Ambição.
E no meio desta loucura?... Usura.

Notável desaventura
De um povo néscio e sandeu,
Que não sabe que perdeu
Negócio, ambição, usura.

Quais são seus doces objetos?... Pretos.
Tem outros bens mais maciços?... Mestiços.
Quais destes lhe são mais gratos?... Mulatos.

Dou ao Demo os insensatos,
Dou ao Demo o povo asnal,
Que estima por cabedal,
Pretos, mestiços, mulatos.

Quem faz os círios mesquinhos?... Meirinhos.
Quem faz as farinhas tardas?... Guardas.
Quem as tem nos aposentos?... Sargentos.

Os círios lá vem aos centos,
E a terra fica esfaimando,
Porque os vão atravessando
Meirinhos, guardas, sargentos.

E que justiça a resguarda?... Bastarda.
É grátis distribuída?... Vendida.
Que tem, que a todos assusta?... Injusta.

Valha-nos Deus, o que custa
O que El-Rei nos dá de graça.
Que anda a Justiça na praça
Bastarda, vendida, injusta.

Que vai pela clerezia?... Simonia.
E pelos membros da Igreja?... Inveja.
Cuidei que mais se lhe punha?... Unha

Sazonada caramunha,
Enfim, que na Santa Sé
O que mais se pratica é
Simonia, inveja e unha.

E nos frades há manqueiras?... Freiras.
Em que ocupam os serões?... Sermões.
Não se ocupam em disputas?... Putas.

Com palavras dissolutas
Me concluo na verdade,
Que as lidas todas de um frade
São freiras, sermões e putas.

O açúcar já acabou?... Baixou.
E o dinheiro se extinguiu?... Subiu.
Logo já convalesceu?... Morreu.

À Bahia aconteceu
O que a um doente acontece:
Cai na cama, e o mal cresce,
Baixou, subiu, morreu.

A Câmara não acode?... Não pode.
Pois não tem todo o poder?... Não quer.
É que o Governo a convence?... Não vence.

Quem haverá que tal pense,
Que uma câmara tão nobre,
Por ver-se mísera e pobre,
Não pode, não quer, não vence.


Gregório de Matos

14 comentários:

Chica disse...

Poesia linda e bem atual! um beijo,tudo de bom,chica

Valéria Gomes disse...

Parabéns ao Gregório e à ti pela escolha!!! Belas palavras!!!

Beijos de passarinho!!!

Zil Mar disse...

Querida amiga....

Escolhestes bem...

Meu desejo é que tudo d~e certo no seu recomeçar...

A vida em si é um eterno recomeço...

Fique bem e em paz!

bjo e meu carinho sempre!

Zil

ValeriaC disse...

Que profunda mensagem nos traz esta poesia...
Beijinhos
Valéria

Hanukká-valquiria disse...

Querida, meu abraço.

Olá, vim te convidar a passar no hanukká e ler sobre anjos, a ministração deles em nossas vidas.
Os anjos são reais! São seres espirituais criados em tempos eternos com finalidades definidas e que estão ao derredor dos escolhidos do Senhor, livrando-os e conduzindo-os no dia-a-dia. Não devem ser adorados, cultuados. Em relação a eles cabe a nós a certeza do grande amor de Deus, que de todas as formas procura amparar os seus filhos e propiciar-lhes uma vida de vitórias.

bjos.

Vivian disse...

...Piedade querida,
que bom saber que estás podendo
voltar bem junto ao nosso convívio,
depois destas catástrofes na tua
linda cidade!

ah que se ter muita fé em Deus
que tudo voltará a ser reconstruído
e a felicidade reinará em todos
os Friburguenses!!

bjs, linda!

Flor da Vida disse...

Amiga, parabéns pela escolha! Uma poesia muito bela e reflexiva! E minha linda e amada amiga, estou que é só felicidade por poder estar novamente aqui te visitando e sentindo-a bem próxima a mim... Saudades muitas de ti!!! Abraço-te com sincero carinho... Bjsss

Carmo disse...

Parabéns pela escolha.

Um bom texto para reflectir

Um abraço

Boa semana

Lilá(s) disse...

Sem duvida uma escolha bem oportuna.
Um beijinho grande

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

OI AMIGA VIM AGRADECER O CARINHO!
BEIJO

Multiolhares disse...

excelente poema que também fica que nem uma luva aqui em Portugal
Bj

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Piedade
Como anda depois do ocorrido???
Tomara que bem!!!
Poesia cheia de ritmo e jogo de palavras com mensagens atuais e profundas...
Bjs de Domingo com paz.

Valquiria Calado disse...

Obrigada amada pela visita, e oro que tudo esteja bem, bjão com semana de benção.

Flor de Lótus disse...

Versos duros,mas verdadeiros, dizem tanto sobre o Brasil de hoje, falta tanta coisa, precisamos mudar tnato, melhor muito...
Beijosss