Seguidores

domingo, 11 de março de 2012

oculto

Tento me esconder
atrás desse nariz pontudo
Não quero deixar à mostra
 minha alma aflita
tento escondê-la no meu sobretudo
roído, destroçado
que nada
ela teima em aparecer
tento esconder cada vez mais
entro no casulo
não estou só
meus fantasmas já chegaram antes de mim

6 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Um bom domingo para vc...

beijooo.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Ocultar, para que, se há sempre quem descubra o nosso "lá dentro" ???

Belo poema, piedade...

Um beijo,
da Lúcia

✿ chica disse...

Linda e tão profunda poesia!!!Adorei! beijos,chica

♫*Isa Mar disse...

Oi amiga,deixar nosso verdadeiro "eu" mostrar a sua luz e a sua força espanta qualquer fantasma rsss
Obrigada pelo que escreveu, como guerreiras que somos, temos tudo que precisamos pra ser livres.
Beijos e ótima semana!

Bel Rech disse...

Hoje eu quero me esconder neste nariz e não deixar ninguém entrar!
paz e bem

Toninhobira disse...

Nossos fantasmas são tanto amigas, que impossivel seja escondelos.
Carinhoso abraço Piedade.