Seguidores

domingo, 31 de outubro de 2010

Essas ficarão...





Mãos Dadas
Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considere a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.
Não serei o cantor de uma mulher, de uma história.
não direi suspiros ao anoitecer, a paisagem vista na janela.
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida.
não fugirei para ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

*****

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.


******



Para encerrar esse mês de outubro, nada melhor do que terminar com essa homenagem ao nosso grande poeta Carlos Drummond de Andrade que completaria 108 anos nesse dia 31.


Que você seja sempre lembrado por todos nós amantes da poesia.

10 comentários:

AC disse...

Uma homenagem justíssima e sempre insuficiente.

beijo :)

JB disse...

E será intemporalmente relembrado!

Pois "...as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão."

Beijinho

Carmo disse...

Viver o presente. Não existe futuro nem passado só cronologicamente falando. Estamos sempre no agora (presente) e o presente de agora não é igual ao presente de dois ou três minutos mais á frente.
Abraço
Boa semana

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma bela e merecida homenagem ao gde poeta Carlos Drummond de Andrade.

Uma boa semana.

beijooo.

Franck disse...

Que vivamos os presente,pq o que passou passou e o que interessa oq ue está por vir?
Bjs*

Maria disse...

Amiga uma homenagem maravilhosa.
Agradeço as suas visitas ao meu humilde cantinho, e também já sou sua seguidora, estou como rodriguesat (a foto sou eu e o meu marido)ao lado do amigo Vieira Calado.
Tenha uma semana maravilhosa.
beijinhos
Maria

Mariana disse...

Q linda homenagem.
108 anos, bem o meu filho quer viver no mínimo 104,
ele tem 14, eu desejo q ele viva mais q isso com mt saude e lucidez.

Meias de Seda (Suzy) disse...

Belíssimo poema! Drummond era um mestre e merece toda a nossa reverência.
Tenha uma ótima semana.
Bjinhos ;)

Lilá(s) disse...

Gostei da homenagem, Carlos Drummond de Andrade sempre actual e agradável de ler.
Bjs

Telma Monteiro disse...

"Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão." Grande verdade essencial!
Ave, Drummond!