Seguidores

sábado, 15 de outubro de 2011

com ternura duplamente aos mestres e amigos


Aos mestres inesquecíveis:

Minha professora inesquecível foi Ana Lucia, professora de Literatura. Culta, educada e simples. Pessoa adorável. Para ela fiz esse poeminha que guardei e republico agora com ternura.


Com ternura

Todos cantam sua musa
Também vou cantar a minha.
Que me perdoem os outros
mestre queridos,
mas essa é a preferida.
Seu nome vou revelar
nestes versos tão singelos,
inda que meio escondido,
não tenho os dons de Quintana,
meu poeta preferido,
nem sou uma drummondiana,
(não tenho essa pretensão)
quero apenas lhe fazer
uma homenagem pequena.

Ana amiga, amada Ana,
No seu olhar há alegria,
A sua voz é sabedoria.
Luz na literatura africana.
Única na espanhola, infantil
Comparada ou portuguesa.
Importante, nessa travessia,
A sua participação!
Metatextual... múltipla, você foi penta.
Oralidade... quantas estórias ouvi!
Realismo... fantástico ou burguês...
A obra de Eça, Borges ou Saramago, eu li.
Em Elegbara e Iauaretê,
Sonhos fantásticos vivi.

Para você, mestra querida
toda minha admiração.
Foi sempre amável, culta e letrada,
Uma dama do saber.
Suas aulas foram uma viagem
inesquecível e com amor.
Da África misteriosa,
de Macondo a Moçambique,
enveredei-me pelos sertões
de Guimarães aos poemas de Bilac.
Li historinhas de fadas e contos orientais.
Mas faltou realizar um sonho.
dar-lhe, como presente,
estes versos, que sinceramente,
luto e insisto em escrever.
Que bobagem! É tão simples...
basta dizer:
muito obrigada, professora querida.
por tudo que aprendi.

*******
Blogagem coletiva: Ressurreição

Também hoje é dia de blogagem coletiva. Unidas num mesmo espírito, contamos fatos, postamos poesias, lembramos de coisas remotas que nem pensávamos que ainda existiam em nossa memória. Assim é a vida.
Como disse nosso amado Paulo, "prossigamos para o alvo..." "para ver se, de alguma maneira, eu possa chegar à ressurreição dos mortos."
Falar de ressurreição é relacionar com eternidade. É lembrar que nós, seres humanos, somos feitos de matéria deste mundo e de um corpo incorruptível, do qual nos fala as Escrituras Sagradas.
Para ilustrar essa verdade cito Goethe:

Duas almas habitam em meu peito,
e querem trilhar sendas em tudo opostas;
Uma se aferra ao mundo físico e à matéria,
com o ardor da mais feroz paixão;
A outra, eleva-se com força dessas emanações,
remontando ás alturas de sua excelsa origem.

Às amigas desse evento, meu obrigada e que continuemos nesse mesmo amor.
Piedade Vieira

16 comentários:

Gina disse...

Obrigada, Piedade, por sua participação conosco durante a coletiva.
Numa proposta de elevarmos nossos pensamentos às coisas mais importantes da vida, de fazermos uma retrospectiva, pudemos nos emocionar e nos divertir com os relatos, com o somatório de vivências de todos.
Bom final de semana!

Pelos caminhos da vida. disse...

Parabéns a todos os Mestres.

Bom fim de semana.

beijooo.

Aaliyahrj disse...

Lindo poema, Piedade.
Um grande bj e um ótimo final de semana!

RUTE disse...

Olá Piedade,
bonita homenagem à sua Mestra.
De fato há Mestres inesquecíveis, concordo em absoluto.

Também gostei das palavras de Goethe, "Duas almas habitam em meu peito..."

O nosso obrigada a você, que esteve connosco de corpo e alma nesta colectiva.
Beijinhos além-mar.
Rute

Andradarte disse...

Quem faz um poema assim à sua Mestra,
é porque a Mestra a tem por boa aluna e
a admiração deve ser coletiva...
Nem tão singelo assim....
Beijo

♫*Isa Mar disse...

Que belíssima homenagem, cheia de gratidão. parabéns pelo poema e linda participação.
Beijos e bom domingo!

Vinicius.C disse...

Olá passando para desejara a você um ótimo fim de semana beijo enorme!

Glória Maria - Fadinha disse...

Bom dia Piedade! Bom domingo! Lindo o poeme para sua professora. Linda postagem.
Fique bem. Bjs

Maria Luiza disse...

Piedade, que bacana sua idéia de prestar homenagem aos seus mestres em especial àquela que mais tocou o seu coração e logo a seguir nos presentear com um bonito relato falando da ressurreição. Todas as bênçãos para voocê, querida!

Rachel disse...

Belíssima participação!!!
Parabéns!
Bjuss!!!

Evanir disse...

Não se permita entristecer,
por nada nesse Domingo.
Mostre a todos o valor do seu sorriso
aproveite esse Dia para ser feliz
Faça chuva ou Sol estarei sempre aqui para dizer
que te amo.
Um lindo e feliz Domingo.
Beijos no coração.
Evanir

Denise disse...

Participar dessa blogagem é muito enriquecedor, pois fiquei conhecendo muitas pessoas e diferentes opiniões. Muito legal! Muita paz!

Gina disse...

Recebi seu recado através do blog da Rute.
Já tinha liberado um IP seu, mas descobri que você tem mais um. Acabei de liberar o segundo, ok? Meu anti-spam volta e meia trava algum blog.
Espero que agora você consiga acessar.
Bom finalzinho de domingo!

Bel Rech disse...

Linda poesia...
Assim é a vida...
Paz e bem

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida, desejo encontrá-la assim hoje:

Ao sol da manhã
uma gota de orvalho
precioso diamante.
(Matsuo Basho)

Infelizmente não pude comparecer ontem... mas meu coração esteve com VC... Creia, amiga!!!

VC FOI MUITO FELIZ NA SUA COLOCAÇÃO FINAL... EXCELENTE!!! PARABÉNS!!!
Prossigamos para o ALVO ressureto...

"O orvalho não se reinventa em metáforas prenhes de ilusão… pois será sempre orvalho"…
BlueShell

Deus te abençoe por ter caminhado por 7 meses conosco...
Seja feliz e abençoada!!!
Um bjm fraterno de paz e o meu carinho de sempre...
Conte comigo também!!!

http://espiritual-idade.blogspot.com/

Lilá(s) disse...

Nós merecemos, apesar de estar cada vez mais difícil...
Bjs