Seguidores

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Seria trágico, não fosse cômico

Eles disseram num dia...

"Os subsídios poderiam afetar outros projetos. A tarifa dos ônibus do Rio não é cara, é compatível com a realidade." Eduardo Paes, prefeito do Rio

"O reajuste foi menor que a inflação, tanto no ônibus quanto no metrô e no trem. Não pretendemos voltar atrás." Geraldo Alckmin, governador de SP

"Você acha que se eu pudesse não ter aumentado, eu teria aumentado? A prefeitura não tem fonte de financiamento para mais subsídio." Fernando Haddad, prefeito de SP

mas, voltaram atrás no outro dia...

"Os governos demonstraram a capacidade de ouvir a voz das ruas" EPaes

"Queremos tranquilidade para que a cidade funcione. Vamos ter que cortar investimentos." G.Alckmin

"É um gesto de abertura, de entendimento e de manutenção do espírito de democracia." F. Haddad


2 comentários:

✿ chica disse...

Interessante verificar essas mudanças,não? Vamos ver! beijos,chica

Toninho disse...

O que pode a força que vem das ruas.
O exercicio ordeiro da democracia e seus frutos.
Saudades daqui Piedade.
Um abração amiga.