Seguidores

terça-feira, 3 de julho de 2012

essa tal liberdade




andei sozinha,por caminhos, mares e ares
vi clarões na madrugada
escuridão no sol reluzente
vi semblantes amargurados
estendi as mãos
busquei consolo
fui atrás dessa  tal liberdade...
pv

3 comentários:

✿ chica disse...

E estás bem agora? Linda poesia e a liberdade é boa!! beijos,chica

Bel Rech disse...

Estamos sempre em busca dessa liberdade que talvez seja difícil de alcança-lá.
Paz e bem

Maré Viva disse...

Quantos de nós caminhamos sozinhos pelos trilhos da vida, e é bom que o façamos sem nunca perder de vista o fim que pretendemos alcançar.
Que encontres o consolo nas mãos que se estenderão para ti.
Beijos